sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

http://www.publico.pt/culturaipsilon/o-melhor-de-2016/livros

ex-aequo

Pequena Indústria

De Ricardo Tiago Moura
Tea For One
Uma das mais afirmativas vozes contemporâneas, Ricardo Tiago Moura é um perito em operações discretas, que aqui homenageia os industriosos obscuros, fora dos focos, artesãos em segredo a que talvez possamos chamar poetas ou artistas. Oiça-se bem antes de querer decifrar: “sou chaminé / sou invisível: / meio vertical / vazio inteiro: / nulo de voz / ruína não é:” Gustavo Rubim

Sem comentários: